"Alimente sua mente com pensamentos saudáveis para que seu corpo posso refletir saúde."

Agende sua consulta!


Para o seu conforto e praticidade, criamos uma forma fácil e rápida para cuidar da sua saúde.

Agende já a sua consulta pelo nosso sistema on line!
ou mande e-mail!

Agendar consulta

Dicas de Nutrição para a Estética

09/03/2014, por Priscilla Bogaert

Algumas dicas para manutenção da beleza e estética através da alimentação:


  • Priorizar os alimentos de baixo Índice Glicêmico
Escolher por alimentos de baixo índice glicêmico proporciona a estabilidade dos níveis de glicemia, auxiliando na prevenção e no tratamento de diversas desordens estéticas, tais como acne, flacidez dérmica e muscular, envelhecimento cutâneo, deposição de gordura corporal, entre outras.

Dentre os alimentos de baixo índice glicêmico destacam-se:

- Laticínios; 
-Frutas (maçã, damascos, pêra, cereja, ameixa,  melão);
-Feijões, lentilha e ervilhas; 
-Verduras e alguns legumes (espinafre, brócolis, alcachofra, repolho, aipo, couve, berinjela, alface) ; 
- Cereais integrais e nozes. 

Já os alimentos de alto índice glicêmico, são representados principalmente pelos:

- Cereais refinados, pães e massas brancas;
-Doces e açúcares.
Estes exercem efeito contrário, podendo auxiliar no desenvolvimento ou exacerbação destas desordens estéticas, e devem ser evitados.

  • Probióticos e Prebióticos
Faz-se uso dos prebióticos e probióticos, associados à uma dieta saúdável e ingestão adequada de líquidos a fim de melhorar a absorção dos nutrientes provenientes da dieta, cada qual com sua importância na saúde e na estética.
Deve se observar a saúde intestinal, considerando o equilibrio de sua flora, pois está relacionada ao fortalecimento do sistema imunológico, eliminação de toxinas do organismo, e  à redução do apetite por doces e sensação de bem-estar, sendo responsável por, aproximadamente, 80% da produção de serotonina total do organismo. 


* Probióticos:

são microorganismos vivos que, quando ingeridos, afetam de forma benéfica a saúde intestinal. Seu consumo é através de alimentos adicionados de lactobacilos e/ou bifidobactérias, como:

-iogurtes, 
- queijos e leites fermentados, 
- suplementos alimentares. 

*Prebióticos:

são fibras alimentares que proporcionam o desenvolvimento da flora intestinal saudável, conhecidas como frutooligossacárideos (FOS) e inulina. 

Fontes de inulina:
- chicória
-  alho
- aspargos
- alcachofra 
- batata yacon.

Fontes de frutooligossacarídeos:
-  banana
-  farinha de banana verde
-  mel
-  açúcar mascavo
-  centeio 
-  tomate
-  Pode-se obter tmbém prebióticos através de suplementação.

  • Alimentação rica em nutrientes antioxidantes
A ingestão de alimentos ricos em antioxidantes auxilia na inativação ou redução dos danos causados pelos radicais livres, combatendo o envelhecimento celular e inúmeras doenças associadas. 

Alimentos com grande potencial antioxidante:

- Frutas e vegetais amarelo-alaranjadas, fontes de carotenoides. 
Ex.: damascos, melão, manga, mamão; 

- Frutas cítricas e vegetais folhosos verde-escuros, ricos em vitamina C. 
Ex.: acerola, laranja, limão, kiwi, brócolis, couve-manteiga, escarola;

-  Frutas e sementes oleaginosas, as quais são fontes de vitamina E, selênio e ácidos graxos essenciais.
 Ex.: castanhas, nozes, linhaça, macadâmia;

- Frutas vermelhas, pelo conteúdo de flavonóides. 

Ex.: açaí, ameixa seca, mirtilo, amora, framboesa, gojiberry;
 
- Chá verde, o cacau, o curry, o tomate, peixes e feijões;

  • Ingestão de nutrientes essenciais para síntese e manutenção das fibras de sustentação da pele: 
Colágeno e Elastina:

A pele é estruturada em camadas, dentre elas a derme (uma camada intermediária composta principalmente por células), substância fundamental e fibras colágenas e elásticas, conhecidas como colágeno e elastina. Estas fibras são responsáveis pela sustentação e elasticidade da pele, e alguns nutrientes específicos mostram-se essenciais para sua síntese e manutenção. 

Neste sentido, dentre os nutrientes requeridos, destacam-se:

- As proteínas de alto valor biológico, encontradas nas carnes vermelhas, aves, peixes, clara de ovo, laticínio e no whey protein;

- O Colágeno Hidrolisado, que é a fonte mais biodisponível de colágeno existente para consumo; 

- O Ferro, mineral presente principalmente na carne bovina, espinafre, mariscos, ostras, fígado, pistache e alguns legumes;

-  Vitamina C, encontrada na maioria das frutas e vegetais, especialmente nas frutas cítricas, mamão, morangos, kiwi, goiaba, acerola, tomates e vegetais crus.


  • Consumir regularmente nutrientes fotoprotetores

A inclusão de nutrientes fotoprotetores na dieta habitual auxilia, de maneira endógena, na prevenção do *fotoenvelhecimento (atribuído à exposição da pele aos raios solares) podendo acarretar em danos como rugas, ressecamento, manchas e flacidez dérmica. 
Os nutrientes fotoprotetores atuam na proteção do DNA e RNA e defesa das células frente aos radicais livres. 

Dentre os principais alimentos fotoprotetores, encontram-se:

- vegetais amarelo-alaranjados
Ex: como cenoura, mamão, manga e abóbora (fontes de betacaroteno); 

- alimentos fontes de vitamina C (frutas e vegetais); 

- óleos vegetais, germe de trigo, nozes e castanhas);  

- tomate, a goiaba e a melancia, por serem fontes de licopeno;

-  castanhas, nozes e frutos do mar, ricas em selênio;

-destacando-se ainda os fitoquímicos presentes no cacau, chá verde, suco de uva integral e frutas vermelhas.

 * Fotoenvelhecimento:

A pele desempenha várias funções dentre elas estão: proteção, sensibilidade, termorregulação, função de secreção, absorção, respiração, reserva de lipídeos, produção de vitamina D, cicatrização e função imunitária. Porém  com o tempo, apresenta  desgastes naturais,  entre eles a exposição da pele a radiação ultravioleta. À medida que os indivíduos envelhecem, há perda da elasticidade, uma das grandes propriedades da pele. Associado a isto, também ocorre perda de colágeno e hidratação, tornando a pele seca,por menor capacidade funcional das glândulas sudoríparas e sebáceas, com isso a derme torna-se fina e facilita o surgimento de rugas.


  • L-triptofano
O consumo regular do aminoácido L-triptofano é imprescindível para produção de serotonina e melatonina, substâncias estas que atuam na regulação do humor e promoção do sono, além de apresentarem um importante papel no controle do peso, regulação do apetite, e compulsão por doces. Já a melatonina apresenta-se como o maior antioxidante produzido pelo organismo, reduzindo o processo de oxidação e envelhecimento celular, atuando ainda no aumento da produção de hormônio do crescimento (GH). 

Para manutenção dos níveis de serotonina e melatonina no organismo, mostra-se necessário ingerir os nutrientes básicos para sua produção, dentre eles:

- vitaminas do complexo B;
- zinco;
- folato;
- ferro; 
- cálcio; 
- magnésio; 
- vitamina C 
- alimentos ricos no aminoácido L-triptofano, que é precursor da serotonina, presente nos laticínios, aveia, peixes e frutos do mar, carnes magras, cereais integrais, frutas secas, abacate, banana e sementes oleaginosas.



                                                                                                                             



FONTE: Sociedade Brasileira de Nutrição em Estética (SBNE).





Deixe seu comentário