"Alimente sua mente com pensamentos saudáveis para que seu corpo posso refletir saúde."

Agende sua consulta!


Para o seu conforto e praticidade, criamos uma forma fácil e rápida para cuidar da sua saúde.

Agende já a sua consulta pelo nosso sistema on line!
ou mande e-mail!

Agendar consulta

10 ERROS que não devemos cometer na educação alimentar da criança

27/02/2015, por Priscilla Bogaert
10 ERROS que não devemos cometer na educação alimentar da criança:

1. Dizer Sempre Sim: A criança sem limites vai abusar das calorias e das guloseimas. Devemos ter um dia por semana e situações em que podemos ser mais liberais.

2. Lanches Fora de Hora: Já dissemos que o ideal são 6 refeições diárias e evitar as beliscadas fora desses horários.

3. Oferecer Comida Como Recompensa: “ Coma toda a sopa para ganhar a sobremesa”. Passa a idéia de que tomar sopa não é bom e que a sobremesa é que é o máximo.

4. Ameaçar Castigos para Quem Não Cumpre o Combinado: “ Se não comer a salada, não vai ganhar presente”. Isso somente vai aumentar o ódio que a criança sente das saladas.

5. Brincadeiras na Mesa: Hora de comer é hora de seriedade, evitar fazer aviãozinho. Muito mimo é sinônimo de muita manha.

6. Ceder ao Primeiro Não Gosto Disso: a criança tem uma tendência a dizer que não gosta de uma comida que ainda não provou. Cada um pode comer o que quiser, mas pelo menos, experimentar não custa nada.

7. Substituir Refeições : Não quer arroz e feijão, então toma uma mamadeira. Esse erro é muito comum, e se a criança conseguir uma vez, vai repetir essa estratégia sempre.

8. Tornar a Ida a Uma Lanchonete, “Um Programão” : A comida de casa fica meio sem graça.

9. Servir Sempre a Mesma Comida : A criança só toma iogurte, então passa o dia todo tomando iogurte. Vai enjoar, vai faltar nutrientes, vai faltar fibras.

10. Dar o Exemplo: Não adianta mandar tomar sucos naturais e somente beber refrigerantes.
                                                                                                                                                                                                                Fonte: ABESO

Deixe seu comentário